É um exame que traz informações extremamente relevantes para a ortopedia. O computador consegue reconstruir tridimensionalmente todas as estruturas por onde os raios transpassaram. Ou seja, ao invés de termos duas imagens radiográficas, como aquelas de um exame simples, teremos inúmeras imagens, que serão processadas e transformadas em uma informação muito mais completa e precisa.

Seu uso não somente está relacionado à ortopedia, praticamente todas as especialidades médicas se beneficiam dos seus resultados.

Especificamente para a ortopedia, o exame tomográfico nos traz informações relevantes para o tratamento de moléstias articulares, lesões da coluna vertebral e de fraturas — principalmente as articulares. Os ossos dos cães e gatos são muito pequenos e não raro o exame radiográfico não é sensível o suficiente para diagnosticar.

Fatores limitantes

Invariavelmente, os pacientes precisam ser anestesiados. E o custo do exame ainda é alto: como o volume de exames é pequeno se comparado ao da Medicina, e o número de equipamentos disponíveis no mercado veterinário é reduzido, o custo operacional de cada exame se torna alto.